Os Amigos da Dona de Casa

quinta-feira, 12 de julho de 2012

O banho-maria do blog


Olá meninas,
como já devem ter reparado, o meu blog anda paradinho.

E assim vai continuar porque neste momento a minha prioridade é o meu filhote, eu e o meu marido.

O M. (de Miguel), o meu filhote tem 3 anos e meio e é um pouquinho diferente dos outros meninos (palavras da terapeuta ocupacional), uma diferença que se pode trabalhar - não gosta muito de fazer contacto visual, não responde a algumas perguntas como "o que comeste hoje", ou "o que fizeram hoje na escola?" e gosta muito de estar no seu cantinho e assim ficaria se o deixássemos.

Se me perguntarem se dói, dói muito, é uma dor imensurável, é uma culpa enorme que se sente, é um questionar mil e uma coisas que se calhar poderiam ter sido feitas e não foram.

O Miguel é doce, adora fazer as suas macacadas, quer ser independente no comer, no vestir, no sair à rua, no descer as escadas... eu e o P. (Pedro) somos pais dedicados, sempre quisemos ser pais,  e por isso eu sinto uma injustiça nisto tudo. 

Nos dias em que vamos às consultas de desenvolvimento e à terapia, eu venho sempre arrasada, sempre muito em baixo, porque a terapeuta sabe exactamente os pontos a abordar com o Miguel onde a resposta é inexistente e isso deixa-me profundamente magoada e triste.

Mas também sinto este negativismo cada vez menos intensamente. Ainda tenho os meus momentos em que choro em que me sinto revoltada mas cada vez menos.

Quero agradecer aos meus colegas de trabalho porque não gostam de me ver triste e à minha família que compreendeu a problemática e o que se vai fazer daqui para a frente.

Por tudo isto, só aqui virei quando estiver numa fase melhor, quando tudo estiver mais encaminhado.
Mas continuo a passar pelos vossos cantinhos.

Cristinix, MUITO OBRIGADA POR ME TERES "OUVIDO". BEIJOS GRANDES

Beijinhos e todas e até já :)

9 comentários:

  1. Sempre ouvi dizer que um filho é uma benção...por isso luta pela tua benção...desistir nunca, pois se desistires de ti...é desistires da tua familia...FORÇA...NÓS ESTAMOS AQUI

    Beijinhos
    Elisabete Cruz
    http://tralhasepanelas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Nem sei que dizer... força, muita força, tens ai um menino especial que apenas é um bocadinho diferente, mas nada que com amor e carinho se resolva!!!

    beijocas e coragem

    ResponderEliminar
  3. Que todos na família se mantenham fortes e unidos. E que mantenham a coragem para os dias menos bons.
    Até breve!

    ResponderEliminar
  4. Força para o teu filho, com trabalho ele vai melhorar. :)

    ResponderEliminar
  5. Coragem Tânia!!! De certeza que com muito amor e as dicas certas vão conseguir ultrapassar esta fase.
    Boa Sorte e Tudo de bom para vocês!

    ResponderEliminar
  6. Aprende com a terapeuta. Procura repetir o vês fazer na terapia, em casa. Os progressos serão mais e mais rápidos. Sei que e difícil, mas tenta descentrar ou desfocar, para poderes recuperar energia. Outra criança, irmão natural ou adoptado seria uma mais valia para todos. E cuida de ti e do teu marido, ninguém tem culpa! Acontece, e duro, e injusto mas para todos para ti, para o teu marido e sobretudo para o teu filho. Quanto mais apoios tiverem, melhor! Procura ter uma boa vida apesar de tudo e uma boa vida e uma vida com muito amor. Fica bem.

    ResponderEliminar
  7. E eu fico triste de tu ficares triste e insistires que o meu sobrinho é diferente. Sabes quantas pessoas diferentes há no mundo? Todas!

    O Miguel é saudável, engraçado e adora rir. A debilidade dele é no campo da comunicação, da mesma forma que todos temos alguma debilidade noutro campo qualquer.

    Enquanto a sociedade não entender isto não haverá resultados maioritariamente positivos.

    Achas que o Sr. Dr. Miguel Relvas é um homem de sucesso? Tudo indicaria que sim...

    Sempre gostava de saber como se define um homem de sucesso...

    Olha para mim: as minhas professoras de português e filosofia diziam que eu não sabia escrever e que não entendiam nada do que escrevia nos testes; os meus professores de inglês diziam que eu escrevia e falava inglês como um nativo!!! E eu achava que era tipo alien, que não conhecia a minha lingua materna e depois a inglesa era uma maravilha. Resultado desta e de outras asneiras: alguns anos no gabinete da psicologa e tu bem sabes o que tenho passado...

    O Miguel faz contacto visual quando conversa connosco, comigo e com a Vanessa faz. E quando está lá em casa não fica no cantinho, aliás, não sai de cima de nós. Quando estou esparramada na cama ele vem e deita-se bem juntinho e gosta de pôr as pernas dele em cima das minhas ou da Vanessa. Está sempre, sempre a interagir.

    Terapia do comportamento...acho que andamos todos a precisar disso...

    ResponderEliminar
  8. Olá Tânia :-)
    Gostei de ler que já te sentes cada vez menos revoltada com a situação. Isso é ótimo.
    Gostei muito da resposta do anónimo das 07:27 do dia 16 de julho e dizer que adorei a resposta da tua irmã ou cunhada não sei) sónia, é dizer pouco. Olha que ela tem toda a razão.

    Ela escreveu "O Miguel é saudável, engraçado e adora rir. A debilidade dele é no campo da comunicação, da mesma forma que todos temos alguma debilidade noutro campo qualquer".
    Copia, cola em qualquer local e lê muitas e muitas vezes esta frase dela. concerteza vai-te ajudar e ver que o Miguel é o maior e tal como eu tenho uma debilidade, tu tens outra e o teu filhote tem outra. E pronto! Não te martirizes, faz com ele o que a terapeuta faz e sê Feliz, sejam felizes.

    Não precisavas de agradecer. Também eu te agradeço porque me "ouviste" Bem-haja! E já sabes "Estou aqui, deste lado, cnta comigo se e quando precisares. Muitos beijinhos repletos de carinho.

    ResponderEliminar
  9. Gostei do comentário da tua familiar,desejo-te muita força e que não te deixes abater,tens que ver todas as caracteristicas e não apenas as que pensas que são más. O teu filho pelos vistos é alegre, inteligente e vivo, portanto vai continuar a desenvolver-se saudavel se Deus quiser. Beijinhos

    ResponderEliminar